Terça, 16 de Janeiro de 2018

Consultoria gratuita para captação de recursos Destaque

Avalie este item
(0 votos)
O Sinfor/DF fechou parceria para facilitar o acesso de seus membros às fontes de financiamento disponibilizadas pelo governo. As empresas interessadas podem se inscrever para participar de reuniões voltadas ao planejamento, orientação e acompanhamento de editais com a consultoria de Heline Nava.

Heline é psicóloga formada pelo Centro Universitário UniCEUB. Especialista em Elaboração e Análise de projetos (FGV), Gestão Pública (IMP) e Educação a Distância (UCDB/MS). Atuou como docente em Administração no Centro Universitário IESB. Ampla experiência em consultoria de projetos no Governo Federal, com destaque para os cargos de oficial de cooperação internacional na Agência Brasileira de Cooperação, e parecerista de projetos culturais, no Ministério da Cultura.

Em apoio às empresas, a consultora direciona projetos, divulga oportunidades e contribui na construção de projetos para que sejam mais adequados para concorrer com qualidade aos recursos disponíveis para determinados nichos e temas.

Para esclarecer o trabalho a consultora respondeu às perguntas do Sinfor/DF, disponíveis abaixo:

 
  1. Há oportunidades abertas para os empresários da área de Tecnologia?
Sim. No momento, há quatro editais para Startups abertos pela Finep com prazo de submissão até 26 de janeiro de 2018 e 30 de junho. A FAP também abriu seleção pública de propostas apoio ao desenvolvimento de pesquisa e inovação em microempresas e empresas de pequeno porte, na modalidade subvenção econômica. O prazo é até 16 de fevereiro de 2018. O Programa Inova Brasília oferece apoio financeiro, na modalidade subvenção econômica às empresas emergentes, edital aberto até 30 de janeiro de 2018. Por fim, o Programa Inovatec oferecerá, até 17 de janeiro de 2018, oportunidades para empresas interessadas em ter o apoio de professores e universitário na submissão de projetos (http://www.portaldaindustria.com.br/iel/canais/inova-tec/.).
 
Confira os editais no fim da entrevista. 
 
  1. Qual a expectativa de divulgação de novos editais para 2018?
Em virtude de o ano estar se iniciando, a expectativa de lançamento de novos editais deve se consolidar a partir do mês de março de 2018.
  1. Há uma tendência do governo em investir mais na área de Tecnologia?
Não. Em 2017, o governo realizou alguns contingenciamentos orçamentários, o que reduziu as verbas para Ciência e Tecnologia em aproximadamente 44% para o corrente ano, significando que todos os editais que porventura venham a ser lançados devem ser devidamente considerados pelos interessados.
  1. O que deve conter um projeto para que seja aprovado?
Um projeto deve conter ideias inovadoras com um objetivo claramente definido, em uma das áreas de pesquisa oferecidas pela entidade de fomento, obedecendo a um padrão de apresentação específico de cada instituição.
  1. Quais os maiores erros dos empresários na hora de redigir e submeter um projeto à apreciação?
Os maiores erros consistem na ausência de clareza quanto à atividade a ser desenvolvida, quanto à sequência de etapas a serem cumpridas e até mesmo perda de foco nos benefícios a serem alcançados, como redução de custos e aumento de eficiência de uma atividade.
  1. Quais são os passos da sua consultoria e qual o público alvo do seu trabalho?
O público alvo abrange os empresários do ramo de Tecnologia da Informação do DF. Os passos são os seguintes: agendamento de uma reunião com o empresário, que pode ser em sua empresa ou no SINFOR; reuniões sucessivas para discussão da proposta do projeto com a delimitação do escopo do mesmo; validação do projeto junto ao empresário e submissão à entidade de fomento.
  1. Como os empresários podem participar das reuniões?
Os empresários devem participar das reuniões individualmente, em sua empresa ou no SINFOR, após um agendamento prévio, mediante utilização de contato via celular, telefone fixo ou WhatsApp. Vale lembrar que o serviço de consultoria oferecido ao empresário pelo SINFOR é completamente gratuito, não incorrendo o interessado em qualquer tipo de ônus.
  1. As reuniões são individuais ou coletivas?
As reuniões são individuais, uma vez que cada interessado possui uma demanda específica para sua empresa.
Editais abertos
 
Ler 20 vezes